segunda-feira, novembro 15, 2010

à procura de mim...


ausente, desaparecida, longe, distante, estranha, tudo isso e mais... é o que me têm dito os que mais me querem bem, os que me têm mais perto, os que pensam em mim de alguma forma e gostam de mim, gostam da minha companhia!
pois é. tenho escrito muito, caminhado, rezado, pensado, cantado,... tanto que nem sei.
ando à procura do que quero fazer com a minha vida, à procura do que sinto, do que gosto, do que me faz sentir bem e do que me constroi.
ando à procura de mim e por isso vou estar mais umas semanas longeeeee...
rezem por mim.
"And i love you because you know who i am."

sexta-feira, outubro 15, 2010

Dia a Dia em pacotes de açúcar!

Um dia vou ter contigo quando menos esperares. Um dia troco o certo pelo incerto. Um dia vou-me apaixonar pela pessoa certa. Um dia levo-te para um elevador e carrego no "stop". Um dia quebro a rotina. Um dia sentes um pontapé na minha barriga. Um dia parto a loiça toda. Um dia levo-te o pequeno-almoço à cama. Um dia vais ao castigo. Um dia faço-te a folha. Um dia faço-te um striptease. Um dia vou conquistar a minha paz de espírito e a minha liberdade. Um dia vou-te provar. Um dia mando o chefe passear. Um dia deixo de pensar em ti e parto para outra. Um dia atiro-me de cabeça. Um dia vou lutar pelo que quero. Um dia digo-te que o teu lugar é comigo. Um dia hei-de compensar-te por tudo. Um dia arrisco a ver se petisco. Um dia dou um beijo à homem aranha. Um dia vou falar menos e ouvir mais. Um dia farei de ti a pessoa mais feliz do mundo. Um dia beijo-te a meio de uma frase. Um dia largamos tudo e fugimos juntos. Um dia vou sair para a rua e gritar que sou feliz. Um dia ainda faço 300 kms para estar contigo. Um dia peço-te em casamento. Um dia vou ter um filho lindo. Um dia nunca mais digo "um dia".

Um dia procuro-me e encontro-Te.

quinta-feira, outubro 14, 2010

Miss u.

Saudades de "lavarmos a roupa" juntas.
"O valor das coisas não está no tempo em que elas duram,
mas na intensidade com que acontecem
Por isso existem momentos inesquecíveis,
coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis"

Fernando Pessoa

Memory VIII

video

Memory XVII

video

Memory XVI

video

quarta-feira, outubro 13, 2010

segunda-feira, outubro 11, 2010

LINDOOOOO!

Não Sei o que É Conhecer-me

Não sei o que é conhecer-me. Não vejo para dentro.
Não acredito que eu exista por detrás de mim.
Alberto Caeiro

quinta-feira, outubro 07, 2010

obrigada H!

Ausência

Por muito tempo achei que a ausência é falta.
E lastimava, ignorante, a falta.
Hoje não a lastimo.
Não há falta na ausência.
A ausência é um estar em mim.
E sinto-a, branca, tão pegada, aconchegada nos meus braços,
que rio e danço e invento exclamações alegres,
porque a ausência, essa ausência assimilada,
ninguém a rouba mais de mim.

Carlos Drummond de Andrade, in 'O Corpo'

Lets go Babinhas!?

quarta-feira, outubro 06, 2010

quarta-feira, setembro 15, 2010

a vida em perspectiva.

Passam-se os dias corridos com conversas, com amigos, com bons e maus momentos, com pensamentos, com tudo. Nunca fazemos grandes alterações na rotina nem tão pouco damos passos que nos deixem em falso ou nos ponham em situações de risco ou de insegurança. Mas... uma vez muito de vez em quando (a mim é apenas a segunda vez que acontece) há um momento, uma situação, uma conversa que põe a nossa vida completamente em perspectiva e apesar de ser quase um cliché dizer isto...
Reflectimos sobre o que é verdadeiramente importante.
É por isso que tenho estado ausente.

BONS AMIGOS

Abençoados os que possuem amigos, os que os têm sem pedir.
Porque amigo não se pede, não se compra, nem se vende.
Amigo a gente sente!

Benditos os que sofrem por amigos, os que falam com o olhar.
Porque amigo não se cala, não questiona, nem se rende.
Amigo a gente entende!

Benditos os que guardam amigos, os que entregam o ombro pra chorar.
Porque amigo sofre e chora.
Amigo não tem hora pra consolar!

Benditos sejam os amigos que acreditam na tua verdade ou te apontam a realidade.
Porque amigo é a direção.
Amigo é a base quando falta o chão!

Benditos sejam todos os amigos de raízes, verdadeiros.
Porque amigos são herdeiros da real sagacidade.
Ter amigos é a melhor cumplicidade!

Há pessoas que choram por saber que as rosas têm espinho,
Há outras que sorriem por saber que os espinhos têm rosas!

Machado de Assis

Irmão Gerardo chez Revez!

sexta-feira, setembro 03, 2010

miss u

Sim, sei bem

Sim, sei bem
Que nunca serei alguém.
Sei de sobra
Que nunca terei uma obra.
Sei, enfim,
Que nunca saberei de mim.
Sim, mas agora,
Enquanto dura esta hora,
Este luar, estes ramos,
Esta paz em que estamos,
Deixem-me crer
O que nunca poderei ser.

Fernando Pessoa

Rubrica "O mundo nos meus olhos"


Eu leio o jornal todos os dias e raramente comentava aqui aquilo que ía vendo, lendo ou mesmo do que me ía chegando...
A partir de agora vou, tentar, chamar a atenção para um noticia que me tenha "prendido" a cada dia.

"Netanyahu e Abbas cumprem objectivos mínimos ao aceitar novas reuniões." in Público
Será o inicio do caminho para a paz?

Por estes dias pergunto-me...

...porque é que as pessoas
(as que não acreditam claro está)
não acredita em Deus.

quinta-feira, setembro 02, 2010

HELP!

video
Sabem de quem é esta musica?
Queria tantooooooooooo descobrir!
Obrigada!

Um frasco de maionaise e café!

Quando as coisas na vida parecem demasiado, quando 24 horas por dia
não são suficientes...Lembra-te do frasco
de mayonese e do café.

Um professor, durante a sua aula de filosofia sem dizer uma palavra, pega num frasco de mayonese e esvazia-o...tirou a mayonese e encheu-o com bolas de golf.
A seguir perguntou aos alunos se o Frasco estava cheio. Os estudantes responderam sim.
Então o professor pega numa caixa cheia de Caricas e mete-as no frasco de mayonese. As Caricas encheram os espaços vazios entre as bolas de golf.
O professor voltou a perguntar aos alunos se o frasco estava cheio, e eles voltaram a dizer que sim.
Então...o professor pegou noutra caixa...uma caixa cheia de areia e esvaziou-a para dentro do frasco de mayonese. Claro que a areia encheu todos os espaços vazios e uma vez mais o pofessor voltou a perguntar se o frasco estava cheio. Nesta ocasião os estudantes responderam em unânime "Sim !".
De seguida o professor acrescentou 2 taças de café ao frasco e claro que o café preencheu todos os espaços vazios entre a areia. Os estudantes nesta ocasião começaram a rir-se...mas repararam que o professor estava sério e disse-lhes:

'QUERO QUE SE DÊEM CONTA QUE ESTE FRASCO REPRESENTA A VIDA'.
As bolas de golf são as coisas Importantes: como a familia, os filhos, a saúde, os amigos, tudo o que te apaixona. São coisas, que mesmo que se perdesemos tudo o resto, nossas vidas continuariam cheias.

As caricas são as outras coisas que importam como: o trabalho, a casa, o carro, etc.
A areia é tudo o demais,as pequenas coisas.

"Se pomos 1º a areia no frasco, não haveria espaço para as caricas nem para as bolas de golf. O mesmo acontece com a vida."

Se gastássemos todo o nosso tempo e energia nas coisas pequenas, nunca teríamos lugar para as coisas realmente importantes.

Presta atenção às coisas que são cruciais para a tua Felicidade.

Brinca ensinando os teus filhos,
Arranja tempo para ires ao medico,
Namora e vai com a tua/teu namorado/marido/mulher jantar fora,
Pratica o teu desporto ou hobbie favorito.
Haverá sempre tempo para limpar a casa e reparar as canalizações.
Ocupa-te das bolas de golf 1º, das coisas que realmente importam.

Estabelece as tuas prioridades, o resto é só areia...

Um dos estudantes levantou a mão e perguntou o que representava o café.

O professor sorriu e disse:

"...o café é só para vos demonstrar, que não importa o quanto a vossa vida esteja ocupada,sempre haverá espaço para um café com um amigo. "

(acho que estou a ficar lamechas. e a culpa é também da dr.ª princesa...
obrigada. tenho saudades tuas.)

Seu Jorge



















Uma das musicas mais lindas deste Senhor! :)
Bruguesinha!

Gerês!


Ainda não tinha conseguido postar as fotografias do fim de semana no Gerês!
E que dias que foram... A visita às vias rápidas de Braga, a piscina, a saída à noite, a mota d'água, o São Bento, a natureza, as gargalhadas, tudo...
Powered by Pompero! :)




















Mal-me-quer-Bem-me-quer-Mal-me-quer-Bem-me-quer-Mal-me-quer-Bem-me-quer-Mal-me-quer-Bem-me-quer-Mal-me-quer-Bem-me-quer-Mal-me-quer-Bem-me-quer-Mal-me-quer-Bem-me-quer-Mal-me-quer-Bem-me-quer-Mal-me-quer-Bem-me-quer-Mal-me-quer-Bem-me-quer-Mal-me-quer-Bem-me-quer-Mal-me-quer-Bem-me-quer-Mal-me-quer-Bem-me-quer-Mal-me-quer-Bem-me-quer-Mal-me-quer-Bem-me-quer.

terça-feira, agosto 31, 2010

Pearl Jam


Just... Breathe.
"Sê para eles: companheiro na marcha, guia nos cruzamentos, albergue no caminho, sombra no calor, luz na obscuridade, consolo nos seus desalentos e firmeza nos seus propósitos; para que, com o teu auxílio, cheguem incólumes ao término do seu caminho e enriquecidos de graças e de virtudes voltem ilesos às suas casas cheios de saudáveis virtudes."
uma frase vinda num email cheio de amor!
obrigada B.

quarta-feira, agosto 25, 2010

Nos próximos dias...

... estarei OUT!
volto no domingo com a cabeça no lugar e o coração cheio!
(espero eu)

Solidão

“Solidão não é a falta de gente para conversar, namorar, passear ... isto é carência.
Solidão não é o sentimento que experimentamos pela ausência de entes queridos que não podem mais voltar... isto é saudade.
Solidão não é o retiro voluntário que a gente se impõe, às vezes, para realinhar os pensamentos.....isto é equilíbrio.
Solidão não é o claustro involuntário que o destino nos impõe compulsoriamente para que revejamos a nossa vida.....isto é um princípio da natureza.
Solidão não é o vazio de gente ao nosso lado..... isto é circunstância.
Solidão é muito mais do que isto.
Solidão é quando nos perdemos de nós mesmos e procuramos pela nossa alma ... “
Francisco Buarque de Hollanda
(obrigada mosquitinha)

bicicletada!





















os meninos cabrita e manél organizaram e lá fomos nós!
do cais a cascais (alguns com uma batota chamada almoço em paço d'arcos pelo meio) fomos entre brincadeira, conversas, casórios, e tudo e tudo e tudo! :)
que magia...
amei!
para quando o BIS?

Missa Nova do Nuno!





















é lindo e comovente testemunhar um momento assim de tal entrega, de tamanho compromisso, de tanta alegria e comunhão.
parabéns Nuno.

Missing Morroco's!

segunda-feira, agosto 23, 2010

Um email em nada como os outros todos...

Vem, serenidade!

Vem, serenidade!
Vem cobrir a longa
fadiga dos homens,
este antigo desejo de nunca ser feliz
a não ser pela dupla humidade das bocas.

Vem, serenidade!
faz com que os beijos cheguem à altura dos ombros
e com que os ombros subam à altura dos lábios,
faz com que os lábios cheguem à altura dos beijos.
Raul de Carvalho

Macomia vai a Madrid!

foi lindo perceber que a vida e as coisas que temos em comum acabaram por nos unir em torno de uma pessoa linda, uma casa incrivel e uns dias inesquecíveis! vivemos um projecto semelhante em anos diferentes e fomos, juntos, rever uma irmã muito doce e que nos é muito querida! a todos!
passeamos muito, revivemos momentos, contamos histórias, choramos (muito), rimos (ainda mais), falamos, partilhamos vidas...
gostei muito de partilhar estes dias convosco Macomienses!
AMEI!

segunda-feira, agosto 16, 2010

SER FELIZ OU TER RAZÃO?
"Oito da noite, numa avenida movimentada. Os irmãos já estão atrasados para jantar na casa de uns amigos. O endereço é novo e ele consultou o mapa antes de sair. Ela conduz o carro. Ele orienta e pede para que vire, na próxima rua, à esquerda. Ela tem certeza de que é à direita. Discutem. Percebendo que além de atrasados, poderiam ficar mal-humorados, ele deixa que ela decida. Ela vira à direita e percebe, então, que estava errada. Embora com dificuldade, admite que insistiu no caminho errado, enquanto faz o retorno. Ele sorri e diz que não há nenhum problema se chegarem alguns minutos atrasados. Mas ela ainda quer saber: - Se tinhas tanta certeza de que eu estava indo pelo caminho errado, devias ter insistido um pouco mais... E ele diz: - Entre ter razão e ser feliz, prefiro ser feliz. Estávamos à beira de uma discussão, se eu insistisse mais, teríamos estragado a noite!
Esta pequena história foi contada por uma empresária, durante uma palestra sobre simplicidade no mundo do trabalho. Ela usou a cena para ilustrar quanta energia nós gastamos apenas para demonstrar que temos razão, independentemente, de tê-la ou não. Desde que ouvi esta história, tenho me perguntado com mais frequência: 'Quero ser feliz ou ter razão?'"
fui mas não sei se voltei. não sei mesmo.
vamos ver...

sexta-feira, agosto 13, 2010

Madrid...

... here i go! :)
volto na segunda feira. espero trazer o coração no regresso.

terça-feira, agosto 10, 2010

Gosto. e muito.


Cê de...

Carioca.
Cor.
Coragem.
Carlos.
Calor.
Caipirinha.
Centro.
Café.
Cigarra.
Cantor.
Chocolate.
Calma.
Cabeça.
Cavalcanti.

Espetacular!


Já foram?
Museu da electricidade!
Free! :)

Será?!





















Qualquer pedacinho de tempo e é para aqui que viajo.

Sempre apoiados um no outro.

frase do dia!
"por momentos pensei que ser popozuda era o segredo para a felicidade!"
o que era da minha vida sem ti*..

Adeus Português

Nos teus olhos altamente perigosos
vigora ainda o mais rigoroso amor
a luz dos ombros pura e a sombra
duma angústia já purificada

Não tu não podias ficar presa comigo
à roda em que apodreço
apodrecemos
a esta pata ensanguentada que vacila
quase medita
e avança mugindo pelo túnel
de uma velha dor

Não podias ficar nesta cadeira
onde passo o dia burocrático
o dia-a-dia da miséria
que sobe aos olhos vem às mãos
aos sorrisos
ao amor mal soletrado
à estupidez ao desespero sem boca
ao medo perfilado
à alegria sonâmbula à vírgula maníaca
do modo funcionário de viver

Não podias ficar nesta casa comigo
em trânsito mortal até ao dia sórdido
canino
policial
até ao dia que não vem da promessa
puríssima da madrugada
mas da miséria de uma noite gerada
por um dia igual

Não podias ficar presa comigo
à pequena dor que cada um de nós
traz docemente pela mão
a esta pequena dor à portuguesa
tão mansa quase vegetal

Mas tu não mereces esta cidade não mereces
esta roda de náusea em que giramos
até à idiotia
esta pequena morte
e o seu minucioso e porco ritual
esta nossa razão absurda de ser

Não tu és da cidade aventureira
da cidade onde o amor encontra as suas ruas
e o cemitério ardente
da sua morte
tu és da cidade onde vives por um fio
de puro acaso
onde morres ou vives não de asfixia
mas às mãos de uma aventura de um comércio puro
sem a moeda falsa do bem e do mal

Nesta curva tão terna e lancinante
que vai ser que já é o teu desaparecimento
digo-te adeus
e como um adolescente
tropeço de ternura
por ti

Alexandre O'Neill

segunda-feira, agosto 09, 2010

quinta-feira, agosto 05, 2010

Quadrilha

"João amava Teresa que amava Raimundo que amava Maria que amava Joaquim que amava Lili que não amava ninguém. João foi para os Estados Unidos, Teresa para o convento, Raimundo morreu de desastre, Maria ficou pra tia, Joaquim suicidou-se e Lili casou com J. Pinto Fernandes que não tinha entrado na história."

e eu... acho Carlos Drummond de Andrade genial!
I DON'T WANNA DANCE, GOT IT!
nota mental: comprar este album.

Conhecem?


Vale a pena conhecer!
http://www.kutsemba.pt/

EA 2010





















partiu mais um grupo, mais um grupo de corações entregues à missão, ao espirito de missão, ao serviço, à vida em comunidade, à oração.
foi tão bom ver a alegria de quem parte pela segunda vez, o nervosismo de quem nunca pisou aquela terra, a felicidade e a emoção no rosto de todos, as familias, os que, como eu, sentem ainda a necessidade de tocar, de chegar a todos...
rezo por todos.
um abraço forte daqueles que aquecem a alma.

Voltei às linhas...

... e senti que preciso deste espaço, senti ainda que preciso de ter este espacinho actualizado com as minhas "viagens" interiores e exteriores.
É estranho perceber o espaço que ocupa já este cantinho virtual na minha vida e o quanto ele faz com quem eu consiga "arrumar" ideias, expôr pensamentos, musicas, poemas... tudo palavras que mostram o que me vai passando pela vida.

(Mudei de casa.
É oficial.
Moro sózinha no cantinho de uma amiga que migrou e estou feliz. Muito.
Obrigada eitch.)

E a maior parte das vezes sinto vontade de contar as novidades aqui.
Ao ouvido de algumas pessoas e aqui. :)

quinta-feira, julho 22, 2010

Conhecem?


oiçam aqui!
Amar:
Fechei os olhos para não te ver
e a minha boca para não dizer...
E dos meus olhos fechados desceram lágrimas que não enxuguei,
e da minha boca fechada nasceram sussurros
e palavras mudas que te dediquei...

O amor é quando a gente mora um no outro.
Mário Quintana

Missing!!

Uma música e uma voz que me toca muito!
(copiado da Sofia)
Não escrevia à tanto tempo que chega a ser vergonhoso..
Tenho escrito para mim, confesso. Tenho escrito principalmente para me construir aos poucos. Tenho percebido, graças aos meus pilares e à oração, que a vida é mesmo boa. Que tenho tanto de bom, de pleno, de alegre, de feliz, de saudavel que pouco me posso queixar.
Tenho sorrido mais, dado mais de mim e estado mais para e com os outros.
Hoje mais um despedida no aeroporto. Mais uma daquelas que doem cá dentro mas... que me fazem perceber o quão sortuda eu sou.
Obrigada Pe Gabriel!
Até... já.

quinta-feira, julho 15, 2010

doi. cá dentro. o meu h. vai para longe...
boa sorte grande! :)

quarta-feira, julho 14, 2010

6 de Junho de 2010


faço de conta de que não em esqueci novamente do aniversário deste cantinho tão importante na minha vida e comemoro hoje!
5 anos.
1399 posts.
1825 dias.
7866 visitas.
um milhão de saudades, recordações, mimos, tristezas,

poemas, alegrias, pessoas, beijinhos e abraços, sitios e viagens, tanto...
um obrigada. apenas um grande obrigada. por tudo.

terça-feira, julho 13, 2010

Palavras para a Minha Mãe











mãe, tenho pena. esperei sempre que entendesses
as palavras que nunca disse e os gestos que nunca fiz.
sei hoje que apenas esperei, mãe, e esperar não é suficiente.

pelas palavras que nunca disse, pelos gestos que me pediste
tanto e eu nunca fui capaz de fazer, quero pedir-te
desculpa, mãe, e sei que pedir desculpa não é suficiente.

às vezes, quero dizer-te tantas coisas que não consigo,
a fotografia em que estou ao teu colo é a fotografia
mais bonita que tenho, gosto de quando estás feliz.

lê isto: mãe, amo-te.

eu sei e tu sabes que poderei sempre fingir que não
escrevi estas palavras, sim, mãe, hei-de fingir que
não escrevi estas palavras, e tu hás-de fingir que não
as leste, somos assim, mãe, mas eu sei e tu sabes.

José Luís Peixoto, in "A Casa, a Escuridão"
saudades!

5 dias que mudaram a minha vida.


Obrigada Parolos! :)

Já têm programa para sexta feira?



















Parabéns M.
Dos melhores cartazes de todos os tempos!

sábado, julho 10, 2010

amanhã...
não sei.

hoje...
pearl jam. :)

ontem...
tanto tanto em tão pequenos gestos!!

quarta-feira, junho 30, 2010

Aí vamos nós!

Mais um musica linda.

Não ue seja a musica mais linda do mundo mas o dé a canta-la e depois a rádio a cantar uma versão tão diferente tornaram-na especial! ;)

WAKA WAKA!

quinta-feira, junho 24, 2010

Awsome!
não acham?

Quico!

"O meu tesouro és tu
O meu tesouro és tu
eternamente tu
não há passos divergentes
para quem se quer encontrar..."
jorge palma

quarta-feira, junho 23, 2010

um dia de total estado de Graça. Obrigada.

"Nasci sensitiva e assim hei-de morrer, muito provavelmente... nós somos o que somos e não o que quereríamos ser; não te parece? Tens que me aceitar como eu sou visto que só assim eu creio que me possam ter amor"
Florbela Espanca

a descoberta do gerês! :)

















Parabéns, saudades e muito mas muito amor.

Jantar EA!


Sexta feira lá estaremos!! :)

segunda-feira, junho 21, 2010














Há abraços que dizem tudo.
Toda a felicidade do mundo e mais um pedacinho.
A admiração não cabe cá dentro e o carinho, esse, é dificil de transmitir.
Parabéns T.

terça-feira, junho 15, 2010

Mais uma vez em modo telegrama...

geres. saudades... santos. alfama é linda! sushi. desejo!! emails. lindos e de looongeeee... angola, moçambique e haiti! o trabalho vai... indo. muito mas com uma ajuda nova e preciosa! e o coração... esse... nao tem tido descanso!
E eu sinto que em meu gesto existe o teu gesto
E eu sinto que em meu gesto existe o teu gesto e em minha voz a tua voz.
F.Pessoa.

quarta-feira, junho 09, 2010

Uma semana inteirinha não escrita mas... vivida!

quarta-feira, junho 02, 2010

Ainda estão lindaaaaaassss!

Nesta curva tão terna e lancinante

Nesta curva tão terna e lancinante
que vai ser que já é o teu desaparecimento
digo-te adeus
e como um adolescente
tropeço de ternura
por ti.
Alexandre O'Neill

segunda-feira, maio 31, 2010

um domingo (em nada) como outro qualquer!

acordamos cedo, dormimos mais um pouco, ucal e torradas, o convento de Cristo, a famosa janela Manuelina, aprendizagens, partilha, conversa, gargalhada, Fátima, a igreja nova e a capelinha, e mais conversa, e mais partilha e mais gargalhada!
diverti-me muito. thanks eitch! :)

ahhhh!!! :)

a Cátia casou.
estou tãooooooo feliz por ela.
Parabéns miuda linda!
(mais pormenores com as fotografias...)

A Rita entrou para os 30!


um mundo de coisas boas!
que a vida te dê em dobro aquilo que das aos outros.
parabéns!
*

Nunca são as coisas mais simples

Nunca são as coisas mais simples que aparecem
quando as esperamos. O que é mais simples,
como o amor, ou o mais evidente dos sorrisos, não se
encontra no curso previsível da vida. Porém, se
nos distraímos do calendário, ou se o acaso dos passos
nos empurrou para fora do caminho habitual,
então as coisas são outras. Nada do que se espera
transforma o que somos se não for isso:
um desvio no olhar; ou a mão que se demora
no teu ombro, forçando uma aproximação
dos lábios.

Nuno Judice

'Bora?

domingo, maio 30, 2010

telegrama.

sem tempo. stop. feliz. stop. muita coisa para digerir. stop. muitos momentos incriveis esta semana. stop. prometo novidades para breve. stop. tenho fome e sede e sono mas tenho a alma cheia. stop. beijinho. stop. fui. stop.

sábado, maio 22, 2010

sim fui multada.
sim o dia foi dos piores.
sim as saudades explodem no peito.
sim a fragilidade fez-se sentir.
mas... a novidade contada ao telefone de voz tremida da emoção fez-me vibrar. mesmo. o coração aqui deste lado está aos pulinhos de alegria como quando tinhamos 4 anos e nos diziam que podiamos estar mais 5 minutos na piscina! :) parabéns Sofia. parabéns M&M's!
uma das músicas mais "minhas".

Vejam.

quinta-feira, maio 20, 2010

Boa ideia, mãe!

Ele era muito distraído. Um cabeça-no-ar. Péssimo para fazer recados. Mas, mesmo assim, a mãe dele insistia:
– Ó Pedro, vai ali, se fazes favor, à mercearia do senhor Cosme e traz-me dois quilos de batatas.
O Pedro ia e voltava a correr com uma batata na mão.
– Então as outras? – perguntava a mãe.
– Já vou buscar, mãe – dizia o Pedro.
Nova corrida e nova batata. Trazia-as uma a uma...
– Ó filho, que trabalheira! Metia-las todas num saco e trazias, de uma só vez.
– Boa ideia, mãe. Para a próxima já sei.
O recado seguinte tinha a ver com o porco, que tinha ficado em observação no veterinário, por causa de umas vacinas, e que a mãe não tivera ainda tempo de ir buscar. Mandou o filho.
Quando o rapaz regressou sem o bicho, a mãe admirou-se.
– Fui metê-lo num saco e ele não quis – explicou o Pedro.
– Ó filho, trazia-lo para casa com um cordelinho amarrado pelo pé e tocáva-lo para diante com uma varinha.
– Boa ideia, mãe. Para a próxima já sei.
Pouco depois, a mãe mandou-o à feira para comprar um cântaro. Quando o Pedro chegou a casa trazia só a asa do cântaro, presa a um cordel. E ele, muito contente:
– Fiz como a mãe disse.
O que valia ao Pedro cabeça-no-ar é que a mãe tinha muita paciência. Ai dele se não tivesse!

António Torrado
www.historiadodia.pt

Sempre gostei de histórias. O meu irmão quando era pequeno inventava historinhas pequeninas, com coelhos aventureiros, com montanhas impossiveis de subir e nós sempre gostamos de criar finais diferentes para as histórias de sempre. Deitavamos de barriga para cima nos tapetes da casa e ficavamos horas a rir com a capuchinho vermelho que passava a andar de mota ou com a bela e o monstro que iam trabalhar para a industria ou... mil outras coisas.
Mas as historias que sempre me atrairam mais são as do Tom Sawyer e esta fez-me lembrar... :)

O padrinho mais lindo do mundo!

segunda-feira, maio 17, 2010

"Aqueles que passam por nós,
não vão sós,
não nos deixam sós.
Deixam um pouco de si,
levam um pouco de nós."
Antoine de Saint-Exupery

e do nada um email pequenino cheiiiinhooooo de mimo!
obrigada F.

saudades...